22 de jan de 2009

Sex In The City


Não poderia deixar de mencionar meu feito de início de semana. Alias não só meu, mas também de meu amigo Régis.
Ficamos colados, grudados, amarrados e concentrados em frente a T.V, assistindo a primeira temporada de "Sex In The City".

Eu não sei por que, de repente eu pensei que até seria bom assistir essa série. Falo isso devido está ser a minha semana de aniversário, e essa temporada começa exatamente quando a jornalista Carrye Bradshaw tem exatamente minha idade... aiaiaiaiaiaiaiai!!!

A percepção da Carrie em relação às mulheres de trinta viver em meio à turbulência do conflito de gerações, me fez exercitar meus próprios conceitos sobre como me dou com as pessoas e como estou vivendo meus anos de solteirice.

O que aparece em nosso cotidiano e como lidamos com os fatos da vida, como por exemplo, inimizades e amizades; paqueras e namoros; namoros e fim dos mesmos; guerra dos sexos, profissão e carreira; caminhos e escolhas... Muitas coisas afligem essa nova temporada de minha nobre vida

.
Assim como a adolescência, a juventude e a velhice, esse meio do caminho que são 3 décadas vividas, gera conflitos internos e maturidade aflorada.


Agora acredito nos psicólogos e analistas. Acho que todos deviam passar por ele a cada virada de década... rs


Assistam até o fim... O seriado é o mais indicado para mulheres solteiras que buscam o entendimento da maturidade sem precisar desembolsar rios de dinheiro em psicanálise!!!

Um comentário:

Regis Sousa disse...

Amiga, viva a diversidade e como diz a Adriane Galisteu, a gente fica mais inteligente vendo sex in the city...

E que venha fevereiro onde assistiremos a 2ª temporada.

beijos